Plano Local de Testagem

Área(s) de Intervenção
Público(s)-alvo
Plano Local de Testagem
Forma de pedido
Telefone

A partir da próxima segunda-feira, 21 de junho, a Câmara Municipal de Cascais vai avançar para a testagem rápida e gratuita, com testes antigénio, junto de todos os cidadãos, residentes ou não residentes, em todos os pontos do concelho com uma frota de cinco autocarros. A prioridade na testagem vai ser dada à população não vacinada.  

A medida faz parte do “Plano Local de Testagem Gratuita” de combate à pandemia que Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais acaba de emitir por despacho e onde são definidos os critérios deste mesmo plano que se manterá em vigor “pelo tempo que for necessário”, sendo “objeto de reavaliações quinzenais”. 

Testar sobretudo em pontos de grande concentração 

Assegurados por cinco viaturas caracterizadas - o Covid-Bus (que será reativado) e mais quatro viaturas de menor dimensão - a testagem vai ser assegurada por uma equipa de voluntários e técnicos municipais com formação adequada e terá lugar, principalmente, em pontos de grande concentração de pessoas como zonas de restauração, terminais rodoviários e ferroviários, entre outros.  

A rota de locais cobertos pela testagem será divulgada semanalmente nas plataformas de comunicação da Câmara Municipal de Cascais. 

Testar em apoio a eventos sociais 

A Câmara Municipal de Cascais vai também testar os participantes em eventos sociais como casamentos, batizados e outros (em locais como Igrejas ou no Registo, mediante informação prévia). 

Os veículos “Covid Bus” serão acompanhados por elementos da Polícia Municipal sendo clara a mensagem da autarquia quanto à necessidade de maior intervenção das forças de segurança em situações de “ajuntamento: “iremos convidar as Forças de Segurança para também estarem presentes, afim de dissuadirem comportamentos não conformes com a lei e orientações do Governo”, refere-se no despacho. 

Reforço na marcação para vacinação 

Em simultâneo, a CM Cascais quer acelerar a vacinação, pelo que, do despacho, conta a vontade de reforçar “a mobilização para a marcação de vacinação, tendo em vista o objetivo da imunidade de grupo o mais rapidamente possível”. 

Equipas de rastreamento reforçadas 

Noutra frente, a Câmara Municipal de Cascais vai também reforçar o apoio às equipas de rastreamento, “com o objetivo de se identificarem os contactos de risco e mais rapidamente isolá-los, cortando as cadeias de transmissão”. O Centro de rastreio epidemiológico funciona no Centro de Congressos do Estoril e conta com o apoio de diversos colaboradores municipais. 

Como refere Carlos Carreiras: “É urgente travar a pandemia. A nossa saúde comunitária, as nossas famílias, as nossas empresas, a nossa economia depende disso”, pelo que “a Câmara de Cascais não regateará esforços para continuar a defender os cascalenses e a saúde pública".